sábado, 16 de janeiro de 2010


este espaço é intencionado para os que sentem
experimental, onde eu tento e aprendo a dizer

no auge das trovoadas, no meio da tempestade, letras sugerem que podemos sobreviver à dor fazendo poesia, confiando nos amigos e tentando o equilíbrio pela paz

na camiseta cearense estava escrito: "desisto é porra!"
é por aí..

4 comentários:

  1. bom... eu gosto deste epaço. talvez porque me identifique como alguém que sente, e muito, e tudo. tentando dar preferência aos bons sentimentos e não dar ouvidos aos ruins, obviamente.

    não desistamos!

    ResponderExcluir
  2. é por aí, 'paulinha', a resistência pelo amor!

    ResponderExcluir
  3. eu ando meio ausente do seu espaço!

    ResponderExcluir
  4. não devia, Duda.. não devia nunquinha se ausentar da minha vida! escrevi um trechinho sobre a casinha da vovó, sua vovó.. bjssss

    ResponderExcluir