segunda-feira, 22 de setembro de 2014

"Assinado Eu" (Tiê)


na sexta estava no trabalho, fones no ouvido, escuto-me cantando..
digo, não eu, mas o que eu estava pensando, o que eu queria dizer, cantar, escrever, falar
uma poesia que pede perdão

hoje é segunda e eu passei os festejos primaveris do Rio Vermelho cantando assim..
parece que demoro no mesmo lugar, não parece, demoro mesmo..
por isso advogo vida longa, porque meus 'processos' são longos e demorados, e ainda há muitos por viver
ainda quero me apaixonar às vezes
deixar a "fortaleza" cantarolando
escrever poesia de novo
bordar lencinhos
pintar sem saber
ser espontaneamente ridícula e solidária aos ridículos que não vivem sem amar

tá no "repeat"
mas um dia passa!


Um comentário:

  1. Com cafézinho de 0,50 de Piri, aí pode ter certeza que passa! ;)

    ResponderExcluir